Um jacaré intimida diferentes animais com um bordão “fique na sua, pois sou supermalvado”. Os animais, por sua vez, contrapõem a essa “supermaldade” seus “superatributos”, como, por exemplo, o “superpeso” do elefante ou o “superbarulho” do chacal. As ilustrações, realizadas por meio de uma técnica híbrida que mistura aquarela, ou um efeito aquarelado, possuem detalhes, como as pequenas repetições de padrões no dorso do jacaré ou formigas que passeiam pelo corpo do chacal, dando um tom bem-humorado a elas. Em alguns momentos, como quando as patas do elefante ocupam toda a página sem que seja possível ver o seu corpo ou cabeça, o enquadramento coloca o leitor em uma perspectiva em que é possível medir a desproporção dessa “supermaldade” do jacaré em relação aos “superpoderes” dos outros animais. Com suas premiadas ilustrações, Alessandro Sanna nos traz uma história onde a intimidação não tem espaço, e o intimidador acaba por se revelar como o verdadeiro intimidado. 

Autor(a): Alessandro Sanna

Ano: 2015

Editora: Movimenta

Acabamento: Capa dura

 

 

Eu, Supermalvado

R$55,00
Eu, Supermalvado R$55,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Um jacaré intimida diferentes animais com um bordão “fique na sua, pois sou supermalvado”. Os animais, por sua vez, contrapõem a essa “supermaldade” seus “superatributos”, como, por exemplo, o “superpeso” do elefante ou o “superbarulho” do chacal. As ilustrações, realizadas por meio de uma técnica híbrida que mistura aquarela, ou um efeito aquarelado, possuem detalhes, como as pequenas repetições de padrões no dorso do jacaré ou formigas que passeiam pelo corpo do chacal, dando um tom bem-humorado a elas. Em alguns momentos, como quando as patas do elefante ocupam toda a página sem que seja possível ver o seu corpo ou cabeça, o enquadramento coloca o leitor em uma perspectiva em que é possível medir a desproporção dessa “supermaldade” do jacaré em relação aos “superpoderes” dos outros animais. Com suas premiadas ilustrações, Alessandro Sanna nos traz uma história onde a intimidação não tem espaço, e o intimidador acaba por se revelar como o verdadeiro intimidado. 

Autor(a): Alessandro Sanna

Ano: 2015

Editora: Movimenta

Acabamento: Capa dura